Ricardo e Eng Perpetua (1)

Digitalização – O caminho para o sucesso ou para a sobrevivência?

A digitalização começou faz mais de 20 anos, um processo lento e progressivo, que se ia adaptando às necessidades das pessoas à medida que as mesmas iam surgindo.

A introdução de plataformas digitais para venda de artigos foi provavelmente um dos primeiros desejos dos pioneiros da Internet e muito lhe devemos agradecer pela variedade de sistemas que temos hoje.

Com a pandemia, as empresas especialmente muitas PME que se encontravam num processo de transição a um bom ritmo viram-se de repente obrigadas realocar recursos quer financeiros quer humanos para acelerar a dita digitalização de modo a promover/vender os seus produtos de uma forma eficaz a um público que se encontrava e ainda parte se encontra recluso em casa. Quando no texto deixo a interrogação da sobrevivência pode parecer demasiado fatalista, mas se este evento nos ensinou é que devemos fazer um maior uso do digital, mesmo que um dia possamos voltar a contactar as pessoas sem máscaras. O hábito de todo um publico já esta criado e vai ser enraizado nas gerações vindouras.

Com esta premissa e com a ausência de feiras presenciais vamos realizar a apresentação das nossas coleções de forma totalmente virtual em direto.

Abrimos as portas da nossa fábrica como se um stand se tratasse, demos voz às maravilhosas pessoas que trabalham connosco, para como só elas sabem apresentarem ao mundo o que de melhor fazemos.

E ainda criamos um showroom 3D onde quer que estejam possam viajar pelas nossas maravilhosas peças em toda a segurança, para que quem sabe brevemente possa as admirar pessoalmente.

Texto de Ricardo Reis, Estrategista de Marketing na S. Bernardo (à esq. na foto).

Antes da Pandemia, provocada pelo Covid -19. Os nossos produtos eram apresentados nas diversas feiras internacionais direcionadas aos produtos de Fileira casa.

Com a pandemia praticamente todas as feiras foram canceladas ou adiadas.

Nós não cruzamos os braços, recorremos às novas tecnologias digitais e de informação para mostrar ao mundo as novas coleções de 2021.

Texto de Eng. Fernando Perpetua, CEO na S. Bernardo (à direita na foto).